EVENTOS E PARCERIAS

Visite a Exposição o Palhaço no SESC MERITI/RJ - com quadros e o poema homônimo do Poeta Valdemir Costa

Search Engine Submission - AddMe


sexta-feira, 5 de março de 2010

Momentos felizes

Às vezes feliz...

Às vezes sorrio, sorrio só por sorrir.

Sem motivo, sem razão.

Sorriu sozinho sentado no sofá

Vendo televisão

Um sorriso pequenininho

De lábio trincado, no cantinho

Sorriso verdadeiro é assim!

Vem sem a gente sentir

Chega sem avisar

Quando se percebe

Já estar sorrindo...

Valdemir costa

Fim dos sonhos

ADEUS ESTRADA DOS TIJOLOS AMARELOS

Uma vida estática

De vontades e tentativas

Sintetiza granulados sonhos

Culminando na morte

Das lembranças do futuro

Valdemir costa


Poemas e mais poemas

Bem-vindo ao Meu Mundo

Metamorfo transformo-me todo DIA.

Em um avatar da minha própria POESIA

Aprendiz de feiticeiro uso a SORTE

Na vã tentativa de VIVER

E enganar a MORTE

Condenado a conviver com o AZAR

Nunca desistirei sem LUTAR

Sei que, não posso VENCER.

Talvez até vá PERDER...

Mas, estou no topo da cadeia ALIMENTAR.

Sou carnívoro! Posso até MORRER...

Mas, levo um pedaço COMIGO.

Valdemir Costa

segunda-feira, 1 de março de 2010

01 de mar 10

QUERERES

O religioso quer o bem do mundo

O comunista quer o bem de todos

O democrata quer o bem da maioria

O capitalista quer o bem de alguns

O xenofobista quer o bem do seu país

O ditador quer o bem do regime

O egoísta quer o bem dele mesmo

O terrorista não quer o bem de ninguém

O cachorro quer o bem do seu dono

O rato de laboratório quer...

Bem! Ele quer apenas sobreviver mais um dia.

Valdemir Costa