EVENTOS E PARCERIAS

Visite a Exposição o Palhaço no SESC MERITI/RJ - com quadros e o poema homônimo do Poeta Valdemir Costa

Search Engine Submission - AddMe


quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

a Beleza e a Beluga


A beleza é uma baleia beluga fazendo bolhas...


INEVITÁVEL

Inevitável é o choque depois do tombo

Inevitável é o remorso depois do acordo

Inevitável é a MORTE após um período de vida

Inevitável é a saudade após a partida.

Inevitável é a dúvida na ausência da verdade

Inevitável sofrer após um período de alegria

Inevitável é a certeza que tudo acabará um dia

Inevitável é o término da maldade

Inevitável é o toque chato do telefone

Inevitável a máquina superar o homem

E neste dia ela morrerá de fome

Inevitável é o sol nascer toda manhã

Para morrer no final tarde

Inevitável a escuridão na falta da luz

Que não faz a menor diferença para o cego

Inevitável é o peixe morrer no deserto

Inevitável é a erupção de um o vulcão

Inevitável é o silêncio no olho do furacão

Inevitável era a nossa separação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE E DEIXE SEU POEMA NO EmBAIXADA POÉTICA.