EVENTOS E PARCERIAS

Visite a Exposição o Palhaço no SESC MERITI/RJ - com quadros e o poema homônimo do Poeta Valdemir Costa

Search Engine Submission - AddMe


quarta-feira, 4 de julho de 2012

CAMINHOS E ESCOLHAS


SEGUINDO O MEU CAMINHO


Nas estradas da vida

A vida passa, eu sou passageiro
Sou veículo da minha vontade
Carregando minhas expectativas
Tenho os dias contados de verdade
Do inicio ao fim da minha vida
                                     
Nada pode mudar meu destino
Meu objetivo pertence ao imaginário
Mas o caminho posso e vou  mudar
Reformular o projeto de todo trajeto
Quantas vezes forem necessárias
                         


Só limitado pela minha fé
E os grilhões da minha consciência
Conduzo como posso minhas alternativas
Sou um craque preparado para o olé
Desvio das curvas e buracos do  caminho
Como um exímio piloto de rali


Um louco motorneiro, conduzindo um bonde sem freios, tendo como passageiros
Os insanos dias dos moribundos vagabundos ricassos moradores das favelas
Falézias finais dos continentes mentais oriundos  das projeções astrais
Daqueles pobres mortais que vivem nas esquinas dos bordeis locais.
Sigo na estrada do tempo, que passa, mas dele não sou passageiro.
Sou mestre cervejeiro, que mistura sempre os mesmos ingredientes.
Conseguindo o mesmo sabor, mas agradando a gostos diferentes.

Valdemir costa 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE E DEIXE SEU POEMA NO EmBAIXADA POÉTICA.