EVENTOS E PARCERIAS

Visite a Exposição o Palhaço no SESC MERITI/RJ - com quadros e o poema homônimo do Poeta Valdemir Costa

Search Engine Submission - AddMe


quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

TEORIA DO AMOR E A PRÁTICA

O ATO DE AMAR E SUAS IMPLICAÇÕES NA INTERAÇÃO ENTRE AS PESSOAS

Os teóricos do querem quantificar o  amor
Qualificar o ato de amar ao próximo
Classificar as sensações inerentes ao ato de está apaixonado
O amor não tem medida
O amor não é comida
O amor é uma bebida forte
Para se tomar em um gole só
Misturada com sal e limão
Amar não é fácil nem simples
Amar é muito complicado
Amar não tem regras
O amor é uma doença maligna
Amar  pode curar qualquer ferida
Amar não tem mapas
Ou caminhos seguros
Amar é um salto no escuro
Não existe submissão no amor
Amar é um ato de entrega
Amar não tem seguro
Quando se perde um amor
Perdesse tudo
O amor é único
Amar é o ato de dividi-lo
O amor não escraviza
O amor liberta
Quem nunca amou na vida
É um cego por opção
O amor não alimenta
Amar engorda
O amor é uma droga
Amar não é  politicamente correto
Amar alguém de verdade é ilícito
Amar alguém como te amo
Em algum lugar do deve ser proibido
Amar não tem idade
O amor não vem com manual de fábrica
Amar é um ato solitário
Todo amor é solidário
Amar é um ato egoísta
O Amor  não da espaço para a dúvida
Ninguém precisa aprender a amar
Quem ama é autodidata
O amor não precisa ser explicado
O amor é para ser sentido
Amar não pode ser definido
O amor não toma partido
Amar é vicio invisível
O amor é aquilo que não vemos, não tocamos nem conseguimos explica
Amar é não ter que explica  nada, só sentir e pronto.


Valdemir Costa 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE E DEIXE SEU POEMA NO EmBAIXADA POÉTICA.